Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Solitariedades passadas
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

5 de junho de 2008
Consultor ou Prostituto?
Pela milésima vez recebi este email, mas como agora tenho um blog posso dar-me ao luxo de publicar estas parvoeiras.

Peço desculpa por ir em inglês mas não estou com paciência para traduzir.

E sabem qual é a parte triste? É que me revejo em quase todas as alineas...

PROSTITUTE OR CONSULTANT?

  • You work very odd hours.
  • You are paid a lot of money to keep your client happy.
  • You are paid well but your pimp gets most of the money.
  • You spend a majority of your time in a hotel room.
  • You charge by the hour but your time can be extended for the right price.
  • You are not proud of what you do.
  • Creating fantasies for your clients is rewarded.
  • It's difficult to have a family.
  • You have no job satisfaction.
  • If a client beats you up, the pimp just sends you to another client.
  • You are embarrassed to tell people what you do for a living.
  • People ask you what you do and you can't explain it.
  • Your family hardly recognizes you at reunions (at least the reunions you attend).
  • Your friends have distanced themselves from you and you're left hanging with only other professionals.
  • Your client pays for your hotel room plus your hourly rate.
  • Your client always wants to know how much you charge and what they get for the money.
  • Your pimp drives nice cars like Mercedes or BMWs.
  • Your pimp encourages drinking and you become addicted to drugs to ease the pain of it all.
  • You know the pimp is charging more than you are worth but if the client is foolish enough to pay it's not your problem.
  • When you leave to go see a client, you look great, but return looking like hell (compare your appearance on Monday A.M. to Friday P.M.).
  • You are rated on your performance in an excruciating ordeal.
  • Even though you get paid the big bucks, it's the client who walks away smiling.
  • The client always thinks your cut of your billing rate is higher than it actually is, and in turn, expects miracles from you.
  • When you deduct your take from your billing rate, you constantly wonder if you could get a better deal with another pimp.
  • Everyday you wake up and tell yourself you're not going to be doing this stuff for the rest of your life.


A ouvir: Probot - Shake Your Blood
Uma solitariedade de Requiem
Etiquetas:
5 solitariedades alheias:

lalisca.cs-life disse...

Tudo a ver!! Mas não tens que fazer trabalhos manuais, nem trabalhar de perna aberta, nem de 4 e por aí adiante...

beijinhos!!

5 de junho de 2008 às 13:51
Eu, ela e tu disse...

Melhor que seres uma prostituta,seria teres uma prostituta, uma que te fizesse pagar com o corpinho...

beijinhos!!

5 de junho de 2008 às 13:59
Requiem disse...

Lalisca: Pois, mas tenho de baixar as calcinhas muitas vezes. E sem vaselina.

Eu, Ela e Tu: É o meu objectivo, tornar-me chefe para poder ter os meus "consultores". E depois é o corpinho deles que é dado ao manifesto.

5 de junho de 2008 às 14:00
Sadeek disse...

Mas ajoelhas e tudo?!?! :S

AHAHAHAHAHA

5 de junho de 2008 às 14:55
Requiem disse...

Sadeek: Ajoelho e rezo! Várias vezes ao dia de vez em quando....

5 de junho de 2008 às 14:56
Enviar um comentário

Mensagem mais recente
Mensagem antiga
Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)