Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Solitariedades passadas
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

18 de junho de 2008
Manteiga
Depois da alface vem a manteiga. E eu começo a achar que tenho uma fixação qualquer com os produtos "daquela marca".

O anuncio de rádio de hoje dizia que têem um produto que absorve o equivalente a um pacote de manteiga de gordura por dia.

E pergunto eu o costume...mas quem é que come um pacote de manteiga por dia? É que se comem se calhar a coisa não vai lá com produtos para perder peso.

Eu juro que este foi o ultimo post sobre "aquela marca"!!!!
Uma solitariedade de Requiem
Etiquetas:
30 solitariedades alheias:

Cristina disse...

Será que foi mesmo?! Hummm... duvido!

18 de junho de 2008 às 13:05
Abobrinha disse...

Um pacote de manteiga por dia? Assim de repente só estou a ver o Marlon Brando no "Último tango em Paris".

18 de junho de 2008 às 13:51
Requiem disse...

Cristina: Foi sim, prometo! :P :P :P

Abobrinha: Não sou dessa época, mas pronto, eu tambem não tenho cabelos brancos...

18 de junho de 2008 às 13:56
Abobrinha disse...

Não és desssa época nem eu. Mas ao menos não estou a ficar tão senil como tu: é que eu já te disse que era da tua idade. Acho que prefiro os cabelos brancos.

Há filmes que não têm época. Este é um deles. O Marlon Brando também não tinha época: sempre foi lindo de morrer. Mas depois do filme a figura indica que ele possivelmente terá ficado com uma qualquer fixação pela manteiga. À falta de um pedaço de rabo onde a comer, terá começado a ingeri-la em grandes quantidades. Uma pena! Mas mesmo claramente obeso era lindo.

18 de junho de 2008 às 14:17
Requiem disse...

Abobrinha: Manteiga e rabo na mesma frase? Que raio de imagens passam na minha cabeça neste momento...ARGHHHHHHHHHH

18 de junho de 2008 às 14:22
Djinn disse...

Xiiiiiii....

18 de junho de 2008 às 15:27
Requiem disse...

Djinn: Não faças esse barulho que me dá vontade de órinar.

18 de junho de 2008 às 15:28
Joaninha disse...

Pois...

Manteiga de pacote no pacote, a manteiga claro...Abobrinha, só tu mesmo...
Depende do pacote de manteiga, se for daqueles pequeninos que servem nos restaurantes, então já todos comemos um pacote de manteiga inteiro :)

18 de junho de 2008 às 15:36
Requiem disse...

Joaninha & Abobrinha: Se é para "ajavardar" façam-no lá nos vossos estaminés. Isto é um estabelecimento respeitável!

18 de junho de 2008 às 15:39
Abobrinha disse...

Requiem

Ooops... não conheces mesmo o filme...

Isto é um estebelecimento respeitável? Porquê? Para quê? Está numa boa hora como outra qualquer para ser javardado!

18 de junho de 2008 às 15:59
Abobrinha disse...

Joaninha

E que rico pacote o do Marlon Brando!

O filme também tinha uma cena com uma rata, mas era mesmo uma de 4 patas e a cena era nojenta. Aí até o Marlon Brando ficou mal na fotografia! Que nojo!

18 de junho de 2008 às 16:01
Abobrinha disse...

E daí, talvez fosse um rato...

18 de junho de 2008 às 16:02
Requiem disse...

*** wondering...será que isto dá para fazer como no messenger e bloquear pessoas? ***

Ratas? Ratos? Manteiga no pacote? Não há necessidade...

18 de junho de 2008 às 16:04
Sadeek disse...

Maravilha....andam a ver muita bonecada dos "Jetsons"...só pode...AHAHAH

Abraço

18 de junho de 2008 às 16:12
Requiem disse...

Sadeek: Jetsons? Agora é que me lixaste amigo. Eu já estava com dificuldade em conjugar manteiga, pacote, Marlon Brando e ratos, agora ainda metes os Jetsons ao barulho?

*** brain meltdown imminent ***

18 de junho de 2008 às 16:15
Abobrinha disse...

Pá, se quiseres eu não venho cá mais. É só pedir! Isto pode ir ao sítio, mas perde alguma excitação. DIgo eu.

18 de junho de 2008 às 16:41
Requiem disse...

Abobrinha: Não faças isso...então e depois quem seria o meu "odiozinho" de estimação? ;)

18 de junho de 2008 às 16:42
Joaninha disse...

Óh requiem,

Peço desculpa, não foi minha intenção ajavardar o teu tão culto e digno, serio e moralmente correcto blog...

Acho que não dá para bloquear o pessoal mas podes sempre apagar os comentários...:(

Pronto, vou daqui destruida, completamente esmagada pelo dono deste blog a quem peço, mais uma vez, desculpas pelo meu palavreado brejeiro...
Voltarei, se acaso me premitires, mas nunca mais usarei palavras tão vulgares como manteiga e pacote.

18 de junho de 2008 às 16:50
Joaninha disse...

MAs posso dizer margarina ou não? :)

18 de junho de 2008 às 16:50
Requiem disse...

Joaninha: Margarina podes...só não podes usar derivados de leite. É só porque eu sou intolerante à lactose.

Desta vez passa, vão lá as duas e pensem bem no que fizeram...a ver se não se repete. Pensem nas criancinhas que leram as coisas que vocês escreveram. Sim, porque eu sei de fonte segura que grande parte das visitas são criancinha. A outra parte são badochas.

Ah, e depois há os outros os "normais"...

18 de junho de 2008 às 16:53
Joaninha disse...

Olha, f---x tb és intolerante a lactose?

(repara que eu não escrevi o palavrão, viste, viste?)

18 de junho de 2008 às 17:00
Requiem disse...

Vi, assim é que é...educadinha ;)

Sim, sou. Com um nível muito baixo de intolerância, mas sou.

18 de junho de 2008 às 17:02
Abobrinha disse...

Requiem

Um mamífero em condições tem que escolher o leite criteriosamente. E ser tolerante ao que interessa!

18 de junho de 2008 às 17:12
Requiem disse...

Daí eu ser 100% tolerante a cevada, uvas e tudo o que se usa para fazer bebidas alcoolicas!

18 de junho de 2008 às 17:15
Cristina disse...

Pois é... e falavas tu da "lavagem de roupa suja" minha e do Calvin... é para que vejas!!! :D :D :D

Basta uma pessoa estar fora umas horitas e estes blogues descambam logo!!

18 de junho de 2008 às 19:53
vita disse...

Mas continuas a falar do emagril???????´
Irra tu gostas mesmo..que te invadam o estaminé cheios de gordurinhas.;)

18 de junho de 2008 às 22:36
Requiem disse...

Cristina: A culpa é da Abobrinha!!!!

Vita: Não consigo evitar, é mais forte que ue. Mas foi o ultimo...prometo

18 de junho de 2008 às 22:47
Cristina disse...

Isso mete as culpas nos outros... fica-te muito bem!!! :D :D

18 de junho de 2008 às 23:16
Requiem disse...

Desta vez é verdade...foi mesmo culpa dela :( :( :(

18 de junho de 2008 às 23:18
Abobrinha disse...

Cristina

Assumo toda a culpa. O moço desta vez está completamente inocente! A Joaninha também ajudou, mas foi mesmo só um bocadinho.

19 de junho de 2008 às 15:54
Enviar um comentário

Mensagem mais recente
Mensagem antiga
Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)