Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Solitariedades passadas
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

17 de junho de 2008
Rapto
Acabadinho de ver na TVI durante o almoço.

Parece que um moço italiano raptou a ex-namorada para depois a obrigar a cozinhar, lavar e passar a roupa.

Parece-me que este moço ganha o prémio de originalidade...ou então se calhar não, cá em Portugal acho que a isto se chama casamento, não é?

A ouvir: Mercyful fate - A Corpse Without Soul
Uma solitariedade de Requiem
Etiquetas:
34 solitariedades alheias:

Joaninha disse...

Requiem,

Nem por isso, o casamento é bem mais que isso e nem sequer implica isso, a menos que sejas uma amiba com parkinson.

17 de junho de 2008 às 14:38
Requiem disse...

Joaninha: sarcasmo
do Lat. sarcasmu < Gr. sarkarmós

s. m.,
zombaria insultante;
escárnio;
ironia amarga, mordaz.

;)

17 de junho de 2008 às 14:48
Bombocaa disse...

ehehehe

17 de junho de 2008 às 15:07
L.M disse...

Bem, podia ser bem pior!!! LOOOOL
Mas acho que isso nem seria considerado rapto, que tal, mulher a dias?! hahahah
Beijooo

17 de junho de 2008 às 15:46
Requiem disse...

L.M.: Alguem que me percebe! Se bem que acho que se calhar não encaixava muito bem na categoria de mulher a dias, porque acho que ele não lhe ia pagar...

17 de junho de 2008 às 15:50
L.M disse...

O pagamento não seria necessariamente em dinheiro certo? podia ser em géneros!! Acho que ela já lhe devia conhecer o "pagamento! looooool

17 de junho de 2008 às 16:06
Requiem disse...

L.M.: E se calhar era mesmo por isso que era "ex" :P :P :P :P

17 de junho de 2008 às 16:10
L.M disse...

LOOOOOL
Pois secalhar!!!! hehehe

17 de junho de 2008 às 16:17
Tinta Permanente disse...

Cheira-ma a desespero. O macho latino devia estar cheio de fome, e roupa toda suja...
hum, é para isso que os homens casam em Portugal? Tou pasmada !

17 de junho de 2008 às 16:30
Requiem disse...

Tinta: Não falo sem ter conhecimento de causa... :D :D :D

17 de junho de 2008 às 16:33
Cristina disse...

Gostava de ter qualquer coisa inteligente a dizer sobre isto, mas é impossível... Cristinho!!! :S

17 de junho de 2008 às 16:53
Requiem disse...

Oh Tininha. Mas tu tás bem? Cristinho? De onde é que veio essa agora?

17 de junho de 2008 às 16:55
Cristina disse...

Sim, Cristinho... da mesma maneira que há pessoas que chamam pelo Santo Antoninho! ;)

17 de junho de 2008 às 17:02
Requiem disse...

*** a começar a ouvir a música do Twilight Zone ***

E isto é preocupante, porque a seguir vêem as vozes..."mata-a, mata-a" :P :P :P :P

Vai lá tomar as ampolas nina...

17 de junho de 2008 às 17:04
Cristina disse...

HAHAHAHAHAH

17 de junho de 2008 às 17:35
Joaninha disse...

Meu querido, eu sei,

A amiba com parkinson tb era ;)

17 de junho de 2008 às 17:42
Requiem disse...

Não, a amiba com parkinson era uma hiperbola, pois era um exagero da realidade ;)

17 de junho de 2008 às 17:46
Sadeek disse...

Deixa-me adivinhar...o título da notícia era ... "POR UM MUNDO MELHOR"....certo?!? AHAHAH

17 de junho de 2008 às 18:07
Requiem disse...

Não sei, mas parece-me um título muito plausível... HAHAHAHAHAHAHA

17 de junho de 2008 às 18:09
Joaninha disse...

Epá! Piolhoso!

E o meu querido tambem!

17 de junho de 2008 às 18:13
Requiem disse...

Joaninha: Twilight Zone? De onde saiu isso agora? Piolhoso? Querido?

17 de junho de 2008 às 18:15
SílviA disse...

Ui...eu com as aptencias que tenho para os trabalhos domésticos o miudo suicidava-se a seguir.ehe.

17 de junho de 2008 às 18:32
Requiem disse...

Silvia: Não se pode ter tudo, mas tambem quem rapta alguem para lhe tratar da casa não pode pedir milagres.

17 de junho de 2008 às 18:34
sessaoexperimental disse...

Sempre deve sair mais barato que uma empregada ucraniana....mesmo de olhos azuis e vinte anitos....graaauuuu....

eheheheh

17 de junho de 2008 às 18:58
Requiem disse...

Sessao: E que tal raptar uma ucraniana de olhos azuis e vinte anitos? ;)

17 de junho de 2008 às 19:01
Cristina disse...

Calvin José, não achas que te estás a esticar para um homem noivo?! Hein???

17 de junho de 2008 às 19:04
sessaoexperimental disse...

upsssss......noivinha......eu nem conheço a IVETE de lado nenhum...eu disse ivete?....qual ivete?....percebeste mal :P

17 de junho de 2008 às 21:14
Cristina disse...

Mas Ivete lá é nome de ucraniana?! Se falasses em Natalia eras mais convincente. Ou vais-me dizer que a moça é ucraniano-brasileira?!

17 de junho de 2008 às 21:17
sessaoexperimental disse...

claro que é meio brasileira.....nao se nota logo tadinha dela.....uma moça trabalhadora.....tão amiga de nos os dois.....;)

17 de junho de 2008 às 21:29
Cristina disse...

Meu amor... ficamos por aqui. Ok? É preciso manter um certo nível de integridade quando estamos na presença de desconhecido! ;)

17 de junho de 2008 às 21:36
Requiem disse...

Pois, eu por acaso até ia perguntar se queriam que o resto da malta fosse dar uma volta para vocês lavarem a roupa suja....

17 de junho de 2008 às 22:52
Cristina disse...

Já fomos dar uma voltinha ao bilhar grande... e decidimos que estas questões do "forno interno" da nossa relação, vão ser tratadas em lugar próprio: no messenger!

Peço desculpa ao autor do blogue e às pessoas que assitiram! ;)

17 de junho de 2008 às 23:23
lalisca.cs-life disse...

Concordo contigo!!

eu ja dei fogo ao meus aventais todos!!

beijinhos

18 de junho de 2008 às 00:58
Requiem disse...

Lalisca: Bota fogo e deixa arder....

18 de junho de 2008 às 12:35
Enviar um comentário

Mensagem mais recente
Mensagem antiga
Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)