Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Solitariedades passadas
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

27 de agosto de 2008
Azarado
Como é que sabemos que somos uma pessoa azarada?

Simples. No meio de uma rua, escolhemos uma pessoa e paramos para pedir indicações (porque Almada parece um palco de guerra neste momento e as ruas mudam de sentido diariamente) para a igreja.

*** rufar de tambores ***

Escolhemos a única (penso eu) pessoa na rua que é surdo-mudo!!!!

A ouvir: Therion - Feuer Overtura - Prometheus Entfesselt
Uma solitariedade de Requiem
Etiquetas:
21 solitariedades alheias:

L.M disse...

Gostava muito de saber o que é tu foste fazer pra zona de obras de Almada!!! :s

Beijos

27 de agosto de 2008 às 16:34
Requiem disse...

Eu também gostava de saber...isso e muito mais coisas... :P

27 de agosto de 2008 às 16:36
mik@ disse...

loool
va migo deixa lá... melhor sorte pra próxima.
bjinhos

27 de agosto de 2008 às 16:56
Requiem disse...

Para a próxima já sei o caminho, ora essa! :P

27 de agosto de 2008 às 16:57
Pax disse...

E não sabia nem ler nos lábios nem apontar?
;)

27 de agosto de 2008 às 18:34
Requiem disse...

Sei lá...fiquei com um galo tão grande de ter acertado logo no gajo que era surdo-mudo que engatei a primeira e fui perguntar a outra pessoa....

27 de agosto de 2008 às 18:36
NI disse...

Imperdoável não saber linguagem gestual.

:-)

27 de agosto de 2008 às 18:37
Requiem disse...

Por acaso JÁ não sei, porque trabalhei durante algum tempo com um moço que era surdo de nascença e me fez o favor de ensinar algumas coisas.

Infelizmente é como todas as línguas (ele não gostava do termo linguagem), quando não praticas esqueces o vocabulário.

27 de agosto de 2008 às 18:40
NI disse...

Bom, eu aprendi com a minha filha. Mas sei pouco.

:-)

27 de agosto de 2008 às 20:52
vita disse...

looooooooooooool

É o cúmulo do azar diria, tu benze-te homem..;P

Beijoooooooooo

27 de agosto de 2008 às 20:55
sessaoexperimental disse...

muhahahhaah...so tu pa!!! aquilo deve ter sido um dialogo bem interessante ;)

Abração!

27 de agosto de 2008 às 21:43
oxenbury disse...

coitadinho do senhor :(

27 de agosto de 2008 às 22:23
Requiem disse...

NI: Já sabes mais que a maioria da população...

Vita: Acho que isto já não vai lá com "benzimentos" :)

Sessão: E o pior de tudo é que aconteceu mesmo...

Oxenbury: Coitadinho do senhor? Porquê? Eu não sou assim tão assustador...

27 de agosto de 2008 às 23:39
L.M disse...

é certo que aquilo se chama Almada mas não era necessário ires ao centro de Almada!! ;)
Mas tu és curioso!!! :p

28 de agosto de 2008 às 12:43
Requiem disse...

Eu não fui ao centro...mas tive alguma dificuldade em encontrar a igreja, confesso.

28 de agosto de 2008 às 12:46
Noiva Judia disse...

Neste caso é azar... que pontaria!

28 de agosto de 2008 às 14:24
Requiem disse...

Calha a todos...se calhar querias que o azar viesse todo para o meu lado, não?

28 de agosto de 2008 às 14:27
L.M disse...

A igreja?!?!?!?!

28 de agosto de 2008 às 16:12
Requiem disse...

Sim! Eu naquele dia estava à procura da igreja! DUH!!! :P

28 de agosto de 2008 às 17:33
Djinn disse...

Olha o gajo tá a tornar-se beato :P:P:P:P

28 de agosto de 2008 às 17:42
Requiem disse...

Sim, sim...é logo a primeira bola a sair do saco :P

28 de agosto de 2008 às 17:44
Enviar um comentário

Mensagem mais recente
Mensagem antiga
Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)