Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Solitariedades passadas
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

4 de agosto de 2008
Já cá estou...
Quem se andava a chorar pelos cantos devido à minha ausência (sonhar não custa, pois não?) pode limpar as lágrimas e voltar a sorrir pois o menino voltou.

Ainda com algumas nódoas negras, dores no corpo e a recuperar de ter ficado completamente afónico, mas estou de regresso.

Ainda estou de volta dos emails e afins, mas assim que puder logo conto mais detalhes da minha viagem.

Fica no entanto já o agradecimento devido a todos os que fizeram as figas por mim...passei no exame!
Uma solitariedade de Requiem
Etiquetas:
12 solitariedades alheias:

Abobrinha disse...

Requiem

Não andei a chorar pelos cantos mas chorei à mesa e em público por duas vezes. Na volta chorar por ti seria uma melhor causa que chorar por wasabi em claro excesso e um caril bem picante, mas cada qual é para o que nasce.

Contudo, lembrei-me de ti em duas ocasiões que envolvem badalhoquice, tenho fotos para prová-lo e vou mostrá-las no meu blogue para toda a gente ver. Mas só hoje à noite, porque não tenho a máquina comigo. Olha que uma das fotos é de uma sem-vergonhice considerável...

4 de agosto de 2008 às 14:07
Pessoa anónima disse...

Parabéns, bem merecido!!!

:)

4 de agosto de 2008 às 14:11
Requiem disse...

Abobrinha: Se te contentasses com a dose certa já não terias tido esse problema...é no que dão os abusos...

Só não percebo é porque raio eu estou associado a badalhoquice nessa cabeça...mas pronto.

Pessoa Anónima: Obrigado...

4 de agosto de 2008 às 14:25
Abobrinha disse...

Eu sou excessiva por natureza! E depois, a dose certa é relativa.

Quanto à badalhoquice, depois de veres as imagens vais entender.

4 de agosto de 2008 às 14:38
Requiem disse...

Abobrinha: Até tremo...

4 de agosto de 2008 às 14:41
vita disse...

Parabéns.;)
E bem voltado.

Beijooo

4 de agosto de 2008 às 15:42
Requiem disse...

Vita: Obrigado :)

4 de agosto de 2008 às 15:43
Cristina disse...

Boaaaaaa... fico feliz por ti, gajo!! Muitos parabéns!

Beijo

4 de agosto de 2008 às 23:43
Requiem disse...

Obrigado gaja!!!!!!!!!

5 de agosto de 2008 às 00:20
moi disse...

Parabéns moço;)

5 de agosto de 2008 às 10:39
Requiem disse...

Obrigado moça!

5 de agosto de 2008 às 11:10
sessaoexperimental disse...

voltastis!!!

Um abração e parabéns pa!! :D

5 de agosto de 2008 às 19:21
Enviar um comentário

Mensagem mais recente
Mensagem antiga
Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)