Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Solitariedades passadas
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

24 de setembro de 2008
Café?
Mas isto agora anda tudo doido por causa de uma porcaria de uma cadeia que por acaso até vende mau café?

Fala-se da experiência Starbucks, mas que raio é uma experiência? É eu ir lá experimentar? Já fui em Londres e jurei para nunca mais. É mau, é caro e não traz valor acrescentado nenhum.

Desculpem lá os que andam aos saltos por abrirem duas lojas até ao final do ano mas eu não consigo ser mais uma ovelha.

Café para mim vai continuar a ser ali na tasca da esquina, em chávenas mal lavadas e tudo!

Visita também o meu outro estaminé.
Uma solitariedade de Requiem
Etiquetas:
11 solitariedades alheias:

aoutrarua@gmail.com disse...

Deve andar tudo doido sim, porque eu que ando a leste fiquei a saber pelos berlogues.

Para mim vai continuar a ser onde estiver mais à mão

24 de setembro de 2008 às 10:14
Tinta Permanente disse...

"Chávenas mal lavadas e tudo!"
O tudo da tasca da esquina deve ser aquele odor característico a urina ou vinho carrascão! lol
Macho que é macho...

24 de setembro de 2008 às 10:55
Requiem disse...

Rua: Eu sabia porque vou várias vezes ao Alegro...

Tinta: Claro...sou lá gajo de beber café nos bares da moda! :)

24 de setembro de 2008 às 10:57
Djinn disse...

Olha eu não ligo pevide a essas cenas, e nem em Londres bebi. Em Londres só bebi café numa salao de chá ao pé do Museu Britânico e era tão mau q passei a beber chá!

E tb só soube pelo Alegro, sinceramente dá-me igual ao litro bebo café nos sítios do costume :)

24 de setembro de 2008 às 11:19
Joaninha disse...

Estamos de acordo!

24 de setembro de 2008 às 11:32
NI disse...

Desculpem a ignorância da macaca mas não faço a mínima ideia porque razão esse café suscita tantas paixões. E eu que sou uma dependente de cafeína.

Imperdoável... (olhem para o meu ar de preocupada).

:-)

24 de setembro de 2008 às 11:35
L.M disse...

Não fiquei super contente quando soube mas a ideia não me desagradou de todo.
Bebi quando fui a Sevilha e gostei mesmo daquilo.
Mas não havia necessidade para tanto alarido!!
De qualquer modo só lá irei quando estiver de passagem por esses lados caso contrário não me dá jeito nenhum! :p

24 de setembro de 2008 às 12:28
Noiva Judia disse...

eu não estou à espera do Starbucks pelo café. Tuga que se preze, continua a beber a sua bica num qualquer outro café. Estou é espera das outras mariquices, dos batidos, frapuccinos e tretas afins que façam aumentar o colesterol. Mas não é pelo café.

24 de setembro de 2008 às 14:16
Requiem disse...

Djinn: Bebes, mas bebes só um!!! Sabes que não pode ser mais ;)

Joaninha: Estamos? Kanojo :P

NI: Estás tal e qual como eu...

LM: E tens de pedir autorização para passar a ponte, não te esqueças!

Noiva: Pois...mas eu sou gajo. E gajo que é gajo não bebe essas coisas :P :P :P

24 de setembro de 2008 às 14:24
mik@ disse...

eu desisto de beber café.
faz-me sentir mal... e acelera a digestão.
bjos

24 de setembro de 2008 às 15:40
Requiem disse...

Ora aí está uma que eu nunca tinha ouvido...que acelera a digestão :P :P :P

Deve ser por isso que estou sempre com fome :)

24 de setembro de 2008 às 15:41
Enviar um comentário

Mensagem mais recente
Mensagem antiga
Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)