Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Solitariedades passadas
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

16 de setembro de 2008
Perguntas Existenciais
1 - Porque é que quando tento deixar o carro em frente a casa nunca há lugar e quando o deixo do outro lado da praceta, sem dar a volta para ver se há lugar em frente a casa há sempre?

2 - Porque raio é que a minha mãe associa a frase "vou comprar uma casa" à pergunta "há alguém que me queiras apresentar"? (Dispenso comentários do género "é porque estás encalhado")

A ouvir: Anathema - Leave No Trace

Visita também o meu outro estaminé.
Uma solitariedade de Requiem
Etiquetas:
17 solitariedades alheias:

Djinn disse...

Acontece-me o mesmo quando estaciono, e o pior é que tenho garagem com dois lugares de estacionamento :P:P:P

Eh eh eh no comments ;)

16 de setembro de 2008 às 12:39
NI disse...

Ahahahahahahah.

Se estás encalhado, desencalha-te homem. Não queres que te faça um desenho, pois não?

Mas bem que podias ter respondido à tua mãe que é precisamente para desencalhar que precisas da casa, ahahahahah.

Fazes cada post...só te perdoo porque me fazes dar umas valentes gargalhadas...

16 de setembro de 2008 às 12:45
Requiem disse...

Guarda um lugar para a minha Harley!!! :)

16 de setembro de 2008 às 12:45
Requiem disse...

NI, por acaso...foi mais ou menos isso que pensei...mas não disse :P :P :P :P

16 de setembro de 2008 às 12:47
NI disse...

Pois, o respeitinho é muito bonito, ahahahahah

16 de setembro de 2008 às 12:51
Djinn disse...

Requiem: Já tinha posto à disposição :):)

16 de setembro de 2008 às 13:06
Djinn disse...

Ni: Aliás este post fez-me lembrar um filme que se chamava «Como despachar um encalhado» ahahahah :P:P:P:P

16 de setembro de 2008 às 13:09
Cor do Sol disse...

Porques as mães querem mesmo que seja inconscientemente que alguém fique a cuidar do sei bébé.lol.

16 de setembro de 2008 às 14:01
Requiem disse...

NI: Nem mais...

Djinn: Agora só falta a Harley :) :)

Cor: Pois...parece-me que sim.

16 de setembro de 2008 às 14:12
Djinn disse...

Já não falta tudo :P:P:P

16 de setembro de 2008 às 14:17
L.M disse...

E quando passas pela rua e não tens lugar e vais estacionar no fim do mundo e quando tás a chegar a casa tens um lugar à porta?! Acho que é ainda pior!!! :p

Quanto à mãezinha é simples, uma mudança dessas poderia ter haver com "outra mudança"! ;) E as mães gostam sempre de saber essas coisas!! :)

16 de setembro de 2008 às 14:52
Noiva Judia disse...

quanto ao estacionamento, acontece-me o mesmo.
quanto à outra... é melhor nem falar, que isso aqui para estes lados também anda mau.

16 de setembro de 2008 às 14:53
Requiem disse...

LM: Sim, isso é bem pior...e volta e meia também acontece.

Noiva: Pois...a vida está má para todos!!!

16 de setembro de 2008 às 16:33
sessaoexperimental disse...

ahahahahah....as mães sao as piores pah....no meu caso quando me queixo das prestações da casa...ela responde.."oh filho quando arranjas alguma menina de boas heranças" dassssssssss ahahah

Abração!

16 de setembro de 2008 às 19:31
Cristina disse...

Acho que a tua mãe quer netinhos... se eu fosse a ti, analisava com atenção a mensagem subliminar. As mães nunca dizem só aquilo que dizem.

16 de setembro de 2008 às 20:59
aoutrarua@gmail.com disse...

1 - Lei de Murphy;

2 - Lei das mães.

16 de setembro de 2008 às 22:56
Requiem disse...

Sessão: Embora formar um associação anti mães casamenteiras?

Cristina: Tu nem brinques com isso...crianças? ARGHHH

Rua: Começo a acreditar na lei das mães...hoje falou outra vez disso...

17 de setembro de 2008 às 01:07
Enviar um comentário

Mensagem mais recente
Mensagem antiga
Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)