Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Solitariedades passadas
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

12 de setembro de 2008
Um destes é que a malta queria
A notícia veio daqui.

Ora bem, isto é que é um homem como deve der ser.

Três dias depois de assumir o cargo lá teve de se demitir. Mas não foi assim por dá-cá-aquela-palha. É que parece que lá na Austrália as festarolas são animadas. Aparentmente o senhor despiu-se até ficar de cueca (seriam boxers ou slip?) e dançou um "dirty dance" (o que quer que isso seja) com uma colega e passo a citar:

Witnesses said Brown stripped down to his underpants and danced to loud techno music on a green leather Chesterfield lounge before he "mounted the chest" of a female politician and simulated a sex act.

Brown did not deny stripping, but said he had not tried to simulate sex with his colleague. The party occurred in parliament three months before Brown was sworn in as police minister.


Isto sim...são festas!!! Já estou a imaginar o nosso parlamento com festas destas...assim até eu ia para a política.

A ouvir: Thorns - AErie Descent

Visita também o meu outro estaminé.
Uma solitariedade de Requiem
Etiquetas:
13 solitariedades alheias:

aoutrarua@gmail.com disse...

Uma dirty dance é quando não há água em casa ou não há gás e danças para afogar as mágoas! :-D :-P

12 de setembro de 2008 às 12:49
Requiem disse...

Obrigado pela definição...e pela bela imagem com que me deixas para ir almoçar... :P

12 de setembro de 2008 às 12:50
aoutrarua@gmail.com disse...

Sendo assim bom apetite... Que eu vou ali comprar-já-feito. Não tenho culpa, não posso cozinhar O:-) e estou a guardar o atum para emergências!

12 de setembro de 2008 às 12:53
vita disse...

Eh eh

Ao menos diverte-se (?!)..looool

Beijoooooo

12 de setembro de 2008 às 13:38
Djinn disse...

Ahhhhhhhh já vi algo semelhante...mas ao vivo e a cores :P:P:P

12 de setembro de 2008 às 15:42
Requiem disse...

Mas era um deputado???? :P :P :P

12 de setembro de 2008 às 15:43
Djinn disse...

Naaaaaaaaaaa era dos serviços secretos:P:P:P:P

12 de setembro de 2008 às 15:47
Requiem disse...

Ah...nesse caso deve ter sido algo under cover :P :P :P :P

12 de setembro de 2008 às 15:48
Djinn disse...

Digamos que foi de facto totalmente under cover :P:P:P:P

12 de setembro de 2008 às 15:58
mik@ disse...

olha olha e eu tb posso ir?
eu nao fazem ponta de corno e recebem muito bem por isso.
bjos

12 de setembro de 2008 às 18:17
Requiem disse...

Mik@...tu queres ir para o dirty dancing????

Olha que cá em Lisboa há uma série de sítios para isso, não é só no parlamento ;) ;) ;)

12 de setembro de 2008 às 18:19
Abobrinha disse...

Nao percebes nada: o problema e que ele dancava mal! Isso e que e a dirty dance! E eu acho bem: requisito essencial para a politica e saber dancar ao som da musica!

12 de setembro de 2008 às 21:39
sessaoexperimental disse...

man...não não quero imaginar os nossos deputados assim...ahahahha....talvez aquela menina do bloco de esquerda!!! ;)

Abração!

13 de setembro de 2008 às 12:06
Enviar um comentário

Mensagem mais recente
Mensagem antiga
Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)