Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

29 de fevereiro de 2008
Férias...

E pronto, despachado finalmente de todo o trabalho que esta recta final implicou cá estou eu pronto a entrar de férias.

Duas semanas sem pensar em trabalho e tentando não pensar em mais nada sem ser snowboard. Duas semanitas para espairecer, limpar a cabeça e renovar energias. Duas semanas que com toda a certeza vão saber a pouco, mas não me posso queixar.

Espero voltar refrescado, com outra disposição, com outra vontade, para voltar a pegar a vida de frente e levar a bom porto os projectos que tenho pela frente. Acima de tudo espero vir de baterias recarregadas.

Nestas férias só tenho pena de uma coisa, de não poder levar na bagagem aquilo que gostaria de levar...estarei por lá no meu dia de anos, o que sinceramente tambem não me incomoda por aí alem, este ano tenho pouco para comemorar excepto mais um ano de idade...e mais não digo, não vale a pena, acho que não é a altura nem o local.

E pronto, cá vou eu. Um até breve a todos os que por aqui passam, quando voltar conto como foi.
Uma solitariedade de Requiem
1 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
É triste...
É triste que ao passo que as férias se aproximam surjam sentimentos tão distantes como a alegria e a tristeza...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Votem pá...
Se repararem está aqui do lado direito (ou do lado esquerdo se estiverem a olhar de dento do monitor, sim, há criaturinhas lá dentro que me vão perturbando o trabalho e me fazem ouvir vozes...) uma votaçãozita (pelo menos até ao fim de Março)...

Se passarem por cá é só clickar, nem precisam de mostrar o cartão de eleitor nem fazer cruzinhas...e assim eu fico com uma ideia do número de pessoas que por aqui vão passando e vão lendo as minhas idiotices.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Títulos
Já há uns tempos que andava para escrever sobre isto mas por um motivo ou por outro acabou por nunca acontecer.

Ontem no comboio com o Alex (...SUMOL ANANÁS!!!) relembrei-me e até tomei nota para não me esquecer.

Tenho reparado num crescimento de "importância" dos títulos que vão sendo atribuídos a cada um no seu local de trabalho.

Hoje em dia nos comboios temos, em vez de "revisores", "operadores de revisão e venda". Eu não tenho nada contra a profissão, nem contra essa nem contra nenhuma, todas as profissões são válidas e ninguem deve ter vergonha do que faz. Agora o que me faz confusão é porque raio é necessário dar nomes tão "snobs" às coisas...escapa-me o motivo porque alguém decidiu que as pessoas que todos os dias verificam se os passageiros são possuidores de um título de transporte (lá está outro nome enfeitado, na realidade são bilhetes) válido tinha de deixar de ser revisor e passar a ser operador de revisão e venda.

Alguem me consegue explicar?
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
27 de fevereiro de 2008
Leituras - II
E lá marchou mais um livrito, acabei de acabar (gosto sempre de dizer isto) o segundo voume da Blood Curse Trilogy.

Este chama-se The Winnowing e continua a descrever a luta dos vampiros contra uma praga que os assola, tipo uma versão moderna da peste negra enquanto ao mesmo tempo tentam descobrir a origem da praga.

Entre Atlanta e Toledo tenta-se não descurar a defesa dos territórios ao mesmo tempo que surgem alianças improváveis entre a Camarilla e o Sabbat, entre vampiros com milénios e neonatos.

Segue-se o terceiro volume, depois eu conto...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
É aqui...
É aqui que está o meu pensamento...é aqui que estarei a partir de Domingo

Uma solitariedade de Requiem
6 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Jantar de Família
Ontem a minha querida prima teve a gentileza de me convidar para jantar com ela.

Estava delicioso, mesmo com toda a preocupação excessiva dela se eu gostava de beringela, e se eu gostava da comida mais salgada e se eu gostava disto assim ou assado, mesmo ficando a pensar que não gostei do jantar.

Tirando esse pequeno precalço de pelo loiro, quatro patas e que insistia em acasalar com a minha perna correu estava tudo muito bom.

Foi muito agradável rever a minha priminha que já não via há algum tempo, e acabei por passar uma noite extremamente agradável na converseta até às tantas.

Parece foi que o vinho não lhe caiu muito bem...é o que dá não estar habituada.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
26 de fevereiro de 2008
Chove nos Pirineus
Bolas, bolas, bolas!

Está a chover em Formigal...o que implica que a neve está a derreter...

O que vale é que só lá vou estar a partir de dia 9 o que deixa alguma esperança de que ainda neve para compensar, senão em vez de snowboard ainda vou fazer lama-board...

Felizmente por enquanto o tempo em Cerler ainda se está a aguentar...não me apetecia nada passar o tempo fechado em casa a beber gin tónico para esquecer que não há neve...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
25 de fevereiro de 2008
Última semana
Cá vai...o embarque na última semana antes de ir de férias...

Pena que a última semana seja sempre muito mais stressante do que outras, demasiado trabalho para fazer, demasiadas coisas para deixar prontas...

Não vai ser uma boa semana...
Uma solitariedade de Requiem
1 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
24 de fevereiro de 2008
Lisboa em Alerta Amarelo
Sgundo os senhores não ia ser tão mau como na segunda feira mas ia estar mau tempo, o suficiente para colocar Lisboa (entre outros distritos) em alerta amarelo.

O que eu penso é que vivemos no país do "casa roubada trancas à porta". Ninguem previu o temporal de segunda feira, mas para prevenir...

A verdade é que está um sol lá fora como não se via há alguns dias e chuva e vento nem vê-los...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
23 de fevereiro de 2008
Estou de todo...
Então não é que ontem me esqueci de ligar o despertador?

Resultado, dormi até às 11 quando devia estar no treino às 8:30. Lá perdi mais um treino, não é justo!

O que vale é que daqui a uma semana já estou de férias (bem merecidas), a curtir a neve (que espero não derreta até lá) e sem pensar em trabalho e sem grandes preocupações.

AMEN!
Uma solitariedade de Requiem
1 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
22 de fevereiro de 2008
Deputado pede desculpa (por dizer a verdade)
Olha que bonito...

Acabei de ler no site Portugal Diário (notícia completa aqui) que o deputado do PSD André Almeida cometeu o pior dos pecados...disse a verdade.

Então não é que o senhor admitiu publicamente que os deputados ganham muito bem? E que tinha ficado surpreendido com o vencimento? Oh meu senhor, isso não se faz. Os assuntos da "familia" ficam dentro da "familia", não são para vir discutir cá para fora.

Por amor da santa, então você vai-me dizer que ganha bem? É que daí ao povão começar a desconfiar que a classe política é uma cambada de chupistas é um passo (pequenino) e isso não pode acontecer.

Vá lá, desfaça-se em desculpas e diga que se enganou, que viu zeros a mais, que fez mal as contas, que confundiu o ordenado com o número de telefone da portaria, qualquer coisa, mas não torne a dizer que ganha bem.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
21 de fevereiro de 2008
Zundapp
Realmente há gente para tudo...nem vou fazer mais comentários.

Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
20 de fevereiro de 2008
一期一会
一期一会 (ichi go ichi e)

Traduzido literalmente significa "uma vez, um encontro", mas como tudo o que é oriental (neste caso japonês) tem significados muito mais profundos.

Este fim de semana foi-me relembrada esta frase, estava escrita na t-shirt do Sensei Hubert Schmitz. Quem tambem usava muito esta frase era o Hiro Nakamura da série de TV Heroes (quem não viu aconselho vivamente a ver).

Mas voltando aos potenciais significados desta frase. Já foi traduzida como "uma chance na vida", "um encontro, uma hipótese" e de tantas outras maneiras, mas o que eu acho que deve ficar é o significado que cada um de nós encontra nela.

Eu por mim encontro uma filosofia que não sigo e que deveria seguir (estou a esforçar-me para isso), que cada momento é único e deveria ser vivido como tal, sem pensar no passado sem atenção ao futuro. Cada momento é único, deve ser aproveitado como é, bom ou mau, deve ser interiorizado, devemos aprender dele o que conseguirmos e avançar, outro momento está à nossa frente.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Há coisas boas na vida
Soube agora que alguem de quem gosto muito vai finalmente sair do hospital, onde passou o último mês internada.

Vai finalmente poder voltar a casa onde estará com toda a certeza bem melhor, no seu ambiente, junto das suas coisas e sem estar rodeada do ambiente depressivo do hospital.

Fiquei muito contente por saber tambem que não teria de fazer tratamentos menos agradáveis pois a leucemia foi detectada muito precocemente, demasiado precocemente para poder ser tratada. Vai ter de ser monitorizada regularmente e ir verificando a evolução da doença, mas pelo menos por agora está tudo controlado.

Claro que terá de se mentalizar que não poderá fazer o mesmo tipo de vida que tinha feito até agora e que terá de ter alguns cuidados adicionais e que o mais provável é que daqui a algum tempo (espero que muito) tenha de ser sujeita a tratamentos mas só o facto de poder voltar a casa já é uma coisa muito boa.

Um beijo muito grande...espero sinceramente que tudo corra pelo melhor.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
19 de fevereiro de 2008
Querem ver que a culpa foi minha?
O Público (ver notícia aqui) trazia hoje uma manchete que é a perfeita fotografia do estado a que chegámos.

Basicamente o Ministro do Ambiente diz que a culpa das cheias foi das autarquias, as autarquias dizem que é do ordenamento do território, e o jogo do empurra continua pela página abaixo.

E continua...e continua...e ao fim e ao cabo ficamos por aqui, que para o ano, quando chover outra vez a sério, temos outra dose disto, porque com tanto empurranço acaba-se por não fazer nada.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Novamente Rossio
Se há coisa que me continua a surpreender à a capacidade que as pessoas têem de enlouquecer quando há algo grátis.

No sábado as viagens na linha de Sintra eram à borlix, e não é que as pessoas quase se esboteafam para conseguir um lugar no comboio? Para quê? É um túnel meus senhores. Não tem lá grande vista e sinceramente não mudou por aí alem, continua escuro, continua com paredes e continua a não se ver nada de especial lá dentro.

Mas se pensam que isto impediu não sei quantas pessoas de irem aproveitar a viagenzita de borla enganam-se. Eram imensos e queriam todos ir no primeiro comboio.

Não compreendo, a sério que não compreendo...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
18 de fevereiro de 2008
Iaido - Rescaldo do estágio
Bem, confesso que estou todo partidinho.

Dois dias de estágio a treinar com toda a pujança deixam qualquer um morto.

Mas valeu a pena. Ter a oportunidade de treinar e aprender com dois senseis de alto nível vale sempre a pena. Como em todos os estágios acho que o meu nível evoluiu imenso e aprendi muito.

Estar com iaidocas de todo o país (ok, foi só Lisboa e Porto) tambem foi muito agradável, permitindo uma espreitadela do que se passa fora da esfera do meu dojo.

Mas o ponto alto para mim, se me é permitida a vaidade, foi ouvir os senseis dizer que tanto eu como os meus "colegas" do meu nível estamos com nível para fazer e passar o exame para terceiro dan, que pelos regulamentos só poderemos fazer daqui a cerca de 1 ano e meio. É bom saber que estamos no bom caminho e que em breve poderemos oferecer mais um bocadinho ao Iaido em Portugal.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Unisexo
Ontem deparei com uma palavra que me deixou a pensar.

Porque raio chamamos nós unisexo a um cabeleireiro (ou outro tipo de estabelecimento qualquer) quando serve homens e mulheres? Não faria muito mais sentido chalhar-lhe plurisexo? Ou multisexo? É que unisexo para mim transmite exactamente o significado oposto...

Mas pronto, sou eu a divagar.
Uma solitariedade de Requiem
1 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Viva a chuvinha
O que vale é que temporais como o da noite passada só costumam acontecer uma vez por ano, senão a vida cá na terrinha ia ser muito mais complicada.

Eu sei que a chuva faz falta às batatinhas e tal, mas 2 horas para fazer 8 Km parece-me um exagero, antes queria deixar de comer batatas!!!!

Mas pronto, finalmente consegui chegar ao escritório onde o trabalho felizmente que esperou por mim.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
15 de fevereiro de 2008
Finalmente
Finalmente após mais do que dois meses de papelada e de andar para trás e para a frente, porque aparentemente ninguem sabe muito bem os procedimentos vou buscar o meu carro à oficina, arranjadinho (espero).

Fica o conselho, esqueçam lá as declarações amigáveis e esqueçam lá essas coisas. Se tiverem algum acidente chamem mas é a policia, mesmo que seja só um toquezito na chapa. Assim evitam ter de passar o que eu passei para ter o carro arranjado.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Dia de S. Valentim
Sempre foi uma data à qual nunca prestei atenção, sempre fui, e continuo a ser, da opinião que não deveria haver um dia para comemorar este tipo de coisas.

Dia da mãe devia ser todos os dias, dia da mulher devia ser todos os dias, dia da criança devia ser todos os dias e como estes tambem o dia dos namorados. Todos os dias deveriam ser aproveitados para demonstrar o quanto se gosta de alguem, todos os dias deveriam ser de comemoração.

Por incrível que pareça, este ano custou-me a passar o dia, algo que não esperaria há algum tempo atrás. Senti-me irritado com todos os anuncios na TV, nos jornais e na rádio. Senti inveja de todos os casalinhos que se beijavam na rua. Senti falta de ter alguem com quem jantar. Senti vontade de oferecer flores. Senti saudades...
Uma solitariedade de Requiem
2 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Rossio - Parte II
Como em todas as obras made in Portugal há sempre algo que parece correr mal. O túnel do Rossio não podia ser diferente.

A juntar à derrapagem de tempo de custos vieram agora não sei quantas associações e não sei quantas entidades dizer que falta isto e falta aquilo, que não foram feitos testes de não sei o quê, que não foi construído não sei que mais.

Será que era pedir demais que uma vez por outra uma obra pública fosse inaugurada sem polémica? É que as derrapagens eu até compreendo...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
14 de fevereiro de 2008
Leituras - I
Hoje despachei mais um livrito (digo hoje porque já passava da meia noite).

Desta vez estou a ler algo que andava para ler há anos e não conseguia pois nem por mais uma conseguia arranjar o terceiro livro da trilogia (se calhar o facto de ter sido editado em 1997 tenha ajudado). Finalmente há algum tempo atrás consegui no eBay encontrar e finalmente estou a ler.

Trilogy of The Blood Curse - Book One - The Devil's Advocate

Estou a ler esta trilogia não por ser de um excelente autor, não por ser uma excelente história mas pura e simplesmente pelo background. São livros cuja acção se desenrola no mundo do World of Darkness, onde se baseia o jogo Vampire: The Eternal Struggle que é um dos meus vícios.

É agradável ler sobre personagems e eventos que todas as quintas feiras costumo "visitar" com o grupo de amigos que partilha do mesmo vício.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
13 de fevereiro de 2008
Jantar dos Encalhados
Ora aqui está uma boa ideia mas que nunca vai resultar (mais detalhes aqui), pelo menos na minha opinião.

O conceito é engraçado, juntar solteiros num cruzeiro durante o qual poderão jantar com outros solteiros e eventualmente pernoitar no barco.

E agora porque não vai resultar:

1. Quem quer admitir que está encalhado?
2. Vai acabar por se transformar numa "festa da mangueira" cheio de rebarbados à caça de mulheres.
3. A maioria dos encalhados vai estar demasiado deprimida nesse dia para andar a ir a jantares.

Esta é a minha opinião, mas posso estar errado.
Uma solitariedade de Requiem
1 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Estágio de Iaido
Este fim de semana vou ter o prazer de novamente assistir a um estágio de Iaido com três grandes Senseis, Chris Mansfield, Isao Saida e Hubert Schmitz.

Vai ser um fim de semana puxado se bem conheço o estilo dos Senseis mas vai ao mesmo tempo ser uma excelente hipótese de melhorar o meu nível.

Tenho pena que o estágio não tenha uma componente de Jodo, mas compreendo que os Senseis se queiram focar num só ponto.

Vamos ver se segunda não estou de rastos e qual vai ser o rescaldo do estágio, que se experiências anteriores forem exmplo será muito bom.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
12 de fevereiro de 2008
Rossio
Bem, parece que finalmente vai reabrir o tunel do Rossio.

Quase 1 ano e meio depois do prazo de para aí uns 9 milhões de euros a mais, mas vai abrir. Pelo menos é o que andam a dizer.

O que eu acho mais estranho é a CP ter colocado panfletos nas estações da linha de Sintra que dizem qualquer coisa como:

"Dia 17 de Fevereiro vai reabrir o túnel do Rossio. Assim que possível irá ser restabelecido o trânsito ferroviário".

Pergunto-me a mim mesmo..de que serve abrir o túnel se não vão passar por lá comboios? Será para a malta fazer uns passeios a pé pelo escurinho? Ou será que os senhores da CP não acreditam muito na data prevista e não se querem dar ao trabalho de reorganizar os horários dos comboios enquanto não for mesmo certo que aquilo abre?

[Actualização]
Segundo o site da CP (ver aqui) afinal vai ser dia 16, com direito a actividades culturais e tudo...mas horários que é bom nem vê-los...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
11 de fevereiro de 2008
Gadgets
Hoje disseram-me que era mariconero por ter tantos gadgets e coisas que são um bocadinho gay.

Fiquei a pensar e até é verdade. Eu sou um bocado gaja nessas coisas. Que necessidade tenho eu de um "enrolador de headphones" (que por acaso até é da mesma cor da capa protectora do iPod)?

Começo a ficar assustado. Estarei a transformar-me num comprador por impulso? É que pensando um bocadinho é verdade...vi a coisa na estante e pensei "isto é capaz de ser útil, e é giro, e fica bem com a capa protectora" e comprei...

Estou a transformar-me numa gaja! Só pode!
Uma solitariedade de Requiem
1 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
10 de fevereiro de 2008
Magoar pessoas
Às vezes parece que sou estúpido, haverá até um conjunto de pessoas que dirão que não é só parecer, mas isso é outro assunto.

Parece que quanto mais magoado estou, mais tenho tendência a magoar os outros. Não sei se é uma reacção natural para toda a gente, mas comigo é certinho. Se estou bem trato os outros bem, se estou mal trato os outros mal, mesmo quando vejo que só querem o meu bem e que só me querem ajudar. É estúpido, sei que o faço, sei que estou errado quando o faço, mas no entanto continuo a fazê-lo, sem sequer o conseguir evitar.

Devia haver uns quartinhos de isolamento para pessoas como eu, em situações como a minha. Devia pois!
Uma solitariedade de Requiem
2 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Neve
Ansioso por ir para a neve. Faltam 3 semanas e dou comigo todos os dias a ver o estado do tempo e a qualidade da neve.

Isto é um vício terrível mas é um vício saudável (excepto para a carteira, mas isso são detalhes). Estou ansioso por ficar com o meu bronzeado de gauxini.

Vá lá...3 semanas passam depressa...espero...
Uma solitariedade de Requiem
3 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
8 de fevereiro de 2008
Here I go...
Fim do dia, inicio do fim de semana.

Cá vou eu no meu primeiro fim de semana em solitariedade...

Até segunda...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Sexta Feira
Sexta feira costumava ser um dia bom, um dia que trazia a promessa de descanso e de diversão.

Hoje é sexta e não me apetece descansar, não me apetece parar nem divertir.

Hoje é sexta e só me apetece continuar a trabalhar, continuar com a mente ocupada para que não me lembre que é a primeira sexta feira desde há bastante tempo em que não sei o que vou fazer...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
7 de fevereiro de 2008
Reboot
Comecei recentemente a efectuar um reboot à minha vida. A re-aprender a ser algo que há muito não era. A re-habituar-me a outros modos de fazer as coisas.

Reboot...

Antes um reboot do que um shutdown...
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Solitário?
Solitário não é estar só, é estar acompanhado e sentir a falta de quem não está.

Sempre pensei que esta frase era demasiado poética, até sentir na pele o que é estar rodeado de gente e continuar a sentir a falta de uma pessoa.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Solitariedades
Porquê solitariedades? Não sei, porque foi a palavra que me saltou à cabeça. Porque gostei da mistura de solitário com solidariedade. Porque acho que são duas coisas que deveriam andar de mão dada.

Porquê um blog? Porque sim. Porque por vezes sinto necessidade de escrever e estava cansado de apenas deixar comentários nos blogs dos outros. Porque o meu outro blog morreu, deixou de fazer sentido, fica a ganhar teias de aranha num qualquer canto da internet (se o encontrarem deixem notícias dele aqui).

O que podem esperar encontrar aqui? Nada de especial, sinceramente desaconselho mesmo as visitas, aqui não se aprende nada...apenas posts do que me vai passando pela cabeça, pelo coração ou por outra qualquer parte do corpo, desabafos do meu pessimismo.

Acabei de reparar que criei o blog dia 7, o meu número favorito...espero que seja um bom presságio.
Uma solitariedade de Requiem
0 solitariedades alheias
Links para esta mensagem
Etiquetas:
Mensagens mais recentes
Página inicial
Subscrever: Mensagens (Atom)