Quem sou eu?
A minha fotografia
Requiem

Pessimista e negativo por natureza, cheio de energia e sempre stressado ou a correr de um lado para o outro. Tenho tendencia a tentar fazer tudo o que me interessa, o que me leva a deixar muitas coisas a meio. Apaixonado pelo Japao e tudo o que com ele esta relacionado.

Ver o meu perfil completo
Etiquetas
Avulso (232)
Blogs (53)
Google (12)
Leituras (28)
MP3 (38)
Parvoeiras (307)
Pensamentos (122)
Refilanços (139)
Free Twitter buttons from languageisavirus.com


Stalkers

A ler
A ler
Na lista de espera
A Arte da Guerra - Sun Tzu

A Conspiração - Dan Brown

A Fórmula de Deus - José Rodrigues dos Santos

A Rapariga que Inventou um Sonho - Haruki Murakami

A Senhora das Especiarias - Chitra Beneju Divakaruni

A Vida de Pi - Yann Martel

Eclipse - Stephenie Meyer

Fernão Mendes Pinto no Japão - Wenceslau de Moraes

Geisha - Liza Dalby

Kimono - Liza Dalby

O Culto do Chá - Wenceslau de Moraes

O Código D'Avintes - Vários Autores

O Direito a Ser Canhoto - Manuel Coelho dos Santos

O Disco de Jade/Os Cavalos Celestes - José Frèches

O Nome da Rosa - Umberto Eco

O Principezinho - Antoine de Saint-Exupéry

O Zen na Arte de Conduzir a Espada - Reinhard Kammer

Olhos Azuis - Jermos Charyn

Sandworms of Dune - Brian Herbert, Kevin J. Anderson

Selected Tales - Edgar Allan Poe

Spirits of the Dead: Tales and Poems - Edgar Allan Poe

The Children of Húrin - J. R. R. Tolkien

The Last Kingdom - Bernard Cornwell

Um Estranho num Terra Estranha - Robert A. Heinlein

Young Samurai: The Way of the Warrior - Chirs Bradford

Zen e a Arte do Tiro com Arco - Eugen Herriger

27 de maio de 2009
Licença de Uso e Porte de Arma

Há cerca de 2 anos atrás, devido a uma alteração na lei, tive de efectuar um pedido para obter uma licença de uso e porte de arma classe F (armas desportivas) pois pratico Iaido, arte marcial onde se usa uma espada de metal não afiada.

Recebi hoje a resposta. A PSP decidiu que tem intenção de indeferir o meu pedido.

E porquê?

Porque a prática de artes marciais não constitui prova inequívoca.

Portanto, existe uma associação em Portugal que gere tudo o que se relaciona com esta arte marcial. Estou inscrito nesta associação. A arte marcial que pratico requer o uso de uma espada de metal. Mas mesmo assim não fiz prova inequívoca.

E agora? Os senhores tiveram 2 anos para decidir, mas eu só tenho 10 dias úteis para responder por escrito, pronunciando-me sobre a intenção de indeferir.

E pergunto eu, que raio vou eu dizer por escrito que não tenha dito no pedido da licença? E se não me atribuírem a licença? Que faço? Desisto do Iaido ao qual dediquei os últimos anos?

Estou lixado com "F" grande!!!!

Aceitam-se sugestões para a "cartinha" que vou escrever à PSP.

A ouvir: The Gathering - You Promised Me A Symphony

Visita também o meu outro estaminé.
Uma solitariedade de Requiem
Etiquetas: ,
18 solitariedades alheias:

GATA disse...

Sugestão: usa a dita arma nos senhores que demoraram 2 anos para decidir e no fim indeferiram o teu pedido!

Adenda: depois empresta-me a arma!

27 de maio de 2009 às 12:52
Requiem disse...

Not funny...eles têm pistolas!!!

27 de maio de 2009 às 13:01
NI disse...

Junta uma declaração da Associação a declarar que és sócio, que praticas semanalmente a prática desportiva e que participas em encontros nacionais e internacionais e que a arma é imprescindível para a prática desportiva (se tiveres diplomas de participação junta).

Na resposta deves questionar o que entendem por prova inequívoca.

Mais, ainda, junta duas a quatro testemunhas e a resposta deve ser assinada por ti e por um advogado. Ficam logo a saber que te prepararas para um recurso hierárquico e judicial.

Beijo

27 de maio de 2009 às 14:10
Requiem disse...

Obrigado NI, a parte da declaração já foi entregue na altura do pedido, mas vou seguir as tuas indicações.

27 de maio de 2009 às 14:14
cadu1981 disse...

Pois, isto agora ja mudou! O meu pai é caçador, e foi renovar a carta.
Passado uma semana, aparecerem la dois GRN's a perguntar e conheciam tal senhor ( o meu pai), como ele de dava com os vizinhos, se originava problemas etc... eu e ele sempre a dizer que era um gaijo 5 estrelas.
Quando iam para se ir embora o meu pai disse:

- Desculpem, eu sou o XXX, e acho que voces vieram perguntar isso tudo a pessoa errada. Para a proxima tenham mais cuidado!!!

27 de maio de 2009 às 15:15
joao paiva disse...

Não seras concerteza o unico nessa situação. A espada por nao ser afiada é considerada arma? Uma barra de ferro é arma? Como se passa com os outros desportos onde arma (espada / florete ) são usados? Possivelmente poderão te ajudar

28 de maio de 2009 às 00:26
Requiem disse...

Cadu: Pois...se eu tivesse pedido esse tipo de licença também já a tinha...

João Paiva: O problema é que o pedido foi efectuado há quase 2 anos e na altura ninguém (nem sequer a PSP) sabia muito bem como era...

28 de maio de 2009 às 09:55
M disse...

Claramento isso só vai ao sítio com suborno :P Ou então fazes uma Seigan... ;)

28 de maio de 2009 às 10:19
Requiem disse...

M: Veremos, veremos...

28 de maio de 2009 às 10:27
Djinn disse...

Tal como te disse, penso que a APK deveria intervir no processo uma vez que em termos oficiais o indeferimento do uso do iaito inviabiliza a prática desta arte marcial...se indeferem o iaito e quando for um shinken?
Vai ser lindo...
Anyway...então e o Jo e o Bokken? Não são armas? Não matam...? Que raio de critérios...

28 de maio de 2009 às 11:34
Djinn disse...

Outra coisa...se tiveres (eu tenho) o relatório da perícia policial alfandegária aquando da importação do iaito talvez ajude no processo...

28 de maio de 2009 às 11:36
Requiem disse...

Djinn: A APK solicitou (mais ou menos há 2 anos) uma audiência junto do Ministério da Administração Interna que até hoje não teve resposta.

28 de maio de 2009 às 11:40
Djinn disse...

Pois mas tem que insistir senão não vamos a lado nenhum...e se não fizerem novas diligências corre-se o risco de deixar-mos de poder praticar!

28 de maio de 2009 às 11:58
joao paiva disse...

mas entao a esgrima como se pratica? Também são usadas armas, eu nao pratico nenhuma arte, é apenas por curiosidade

28 de maio de 2009 às 14:49
Requiem disse...

João Paiva: Não faço a mínima ideia de como funciona para a esgrima...

28 de maio de 2009 às 14:54
Ze disse...

se lerem bem a lei das armas, quase tudo pode sêr considerado como arma. basta têr a configuração. botas militares, e cintos são uma arma. até umas simples algemas, ou chibatas- das que se vendem numa simples sexshop por rídiculo que pareça. pelo que li de um acordão, até já aconteceu alguém ir a tribunal por causa de um artefacto semelhante.
a lei deixa umas quantas ressalvas, entre as quais o uso definido. por isso, em teoria mesmo que alguém seja interpelado por um agente da autoridade, o mais que poderá suceder é pagar coima. o iaito tem um uso definido.

8 de agosto de 2009 às 17:35
Requiem disse...

Ze: Acredita que já li a lei de uma ponta à outra...e sim, é hilariante...

28 de agosto de 2009 às 12:12
Anónimo disse...

Não, hilariante seria se não estivesse a permitir que qualquer "autoridade" considere o que lhes convier como uma arma, cuja mera posse (fala-se aqui de um Iai, mas haveria diferença para um bokken ou tanto de madeira?) é sujeita a "licença". Logo passível de coimas, apreensões e quem sabe até prisões se não tivermos a dita.

Temos de pedir "licença" para ter um pau em casa. Será que faca de cozinha corta menos ou é menos perigosa por ter "uso definido". O bife que o diga...

Ups...é melhor ter cuidado com o que digo senão daqui a nada andamos a comer, se não tivermos "licença", com pauzinhos...Perai, isso também não, que pode ser considerado arma. E se estiverem afiados então, ui...


Não é hilariante, mas triste e revoltante. E mais triste é nós nos sujeitarmos a isto.

"Quis custodiet ipsus custodes"? (se não perceberem, googlem...). (Re)leiam o 1984 e o "triunfo dos porcos" (Animal Farm).

13 de setembro de 2009 às 22:12
Enviar um comentário

Mensagem mais recente
Mensagem antiga
Página inicial
Subscrever: Enviar comentários (Atom)